Dr. Hugo Ramírez - Fundador e 1° Patrão

  O CTG Galpão Campeiro foi fundado pelo idealismo de tradicionalistas no longínquo ano de 1952, que se perde no tempo, mas permanece gravado nas memórias por iniciativa do Dr. Hugo Ramirez, primeiro Patrão.

   Hugo Ramirez, filho de Pedro Ramirez e da Sra. Almedorina Rodrigues Hamirez , nasceu em 12 de abril de 1922, na cidade de Uruguaiana.
    Ainda adolescente publicou seus primeiros artigos na imprensa de Uruguaiana, iniciando sua vida literária com "Bolívar e o  Espírito Latino Americano’’ e uma série  de artigos sobre os deveres da juventude em face da sociedade.

     Além de ser fundador do CTG Galpão Campeiro, Hugo Ramirez, é membro co-fundador do 35 Centro de Tradições Gaúchas.

     Em 1954, foi Assistente do coordenador da campanha Nacional de Educação Rural do Ministério da Educação e Cultura, no Rio de Janeiro.

     Jornalista, conferencista , cronista, contista, pedagogo e sociólogo de inigualáveis méritos, tendo sido consagrado em  Congressos internacionais. Pertence a diversas entidades culturais.

     Chegando a Erechim como professor catedrático lecionou na Escola Normal José Bonifácio na cadeira de Sociologia Educacional.
  Foi professor por muitos anos exercendo vasta influência no desenvolvimento do ensino, dia por dia, ultrapassando-se, impondo-se por seus exemplos.

     Na sua carreira do magistério, não sabemos o que mais destacar se a inteligência, desprendimento que é um verdadeiro sacerdócio ou a inabalável crença nos postulados da uma ação consciente e produtiva.

   Estabeleceu uma educação estrategicamente programada para o desenvolvimento instrumento valioso para reduzir as lamentáveis fronteiras-culturais.

    Como Professor,  Hugo Ramirez  foi um verdadeiro jardineiro de almas. Não analisava o aluno como uma simples máquina de aprender, um computador. Descobria no espelho velado de cada alma o sentido da vida. A voz das inclinações o ruído da inteligência,  a trepidação do temperamento.

    Hugo Ramirez teve destacada atividade na imprensa de Erechim, liderado juntamente com o professor e Sociólogo Rúblio Brasiliano, o que pode-se afirmar, a época do ciclo literário erechinense  querem publicações como em conferências, como a proferida na Rádio Erechim em 14 de Maio, sobre 13 de Maio.

​----Motivou na imprensa erechinense uma grande campanha, procurando sensibilizar autoridades militares à instalação de uma Guarnição do Exército em Erechim. com projeção aos recrutados na Região do Auto Uruguai, demonstrando a clarividência de sua iniciativa, válida até nossos dias.

Jardineiro de Almas

Primeira Sede Própria do CTG Galpão Campeiro

   Proferiu uma das mais aplaudidas conferências no Primeiro Congresso Latino Americano de Sociologia, pelas teses apresentadas quando estudou alguns aspectos sociológicos da vida do homem de campanha do Rio Grande do Sul, notadamente o peão da estância como uma força poderosa da alma gauchesca, ilustrando com fatos, episódios romances  e cavalheirescos homem do pampa como tipo representativo da raça sulina.

    Foi apresentado ao seleto auditório por Fernando Callage que salientou:

    ‘’Poucas vezes um tão grato encontro de amável convivência espiritual se me tem deparado como esta com a presença de Hugo Ramirez’’

  ‘’Da nova geração intelectual gaúcha, se destaca pela sua marcante individualidade. É gaúcho em todo sentido da palavra, porque é um admirável tipo representativo da raça heroica dos centauros.  Como intelectual é o pensamento, a ideia, a poesia, a cultura, o amor às tradições da nossa terra e da nossa gente’’

   A série de publicações do fundador do CTG Galpão Campeiro é das maiores, e cumpre destacar: Biblioteca a Educação, Adolescência  Psicossociologia da Raça Negra, Redemoinho, os Dois Cisnes do Simbolismo Brasileiro, Refran a Garcia Lorca Y Otros Poemas, Pestalozzi e sua Contribuição, Castro Alves e a Unidade Nacional, O Barão de Aceguá,  A Civilização Rio-grandense e a Universidade, Canção da Fronteira. Sinhazinha, Magistério e Pesquisa, Coeducação Melchior de los Rios e Presença de Alceu Wamosi.
   Hugo Ramírez é um poeta que retrata a alma gaúcha, é inspirado como em ‘’Cancioneiro das Noites do Sul.'’ Dedicando-se ao regionalismo  faz poesia sem desprezar a Sociologia, que é cúpula dos conhecimentos humanos e de suas tendências. Revelou-se em suas publicações das mais aplaudidas, profundo conhecedor da vida do campeiro.

    Demonstrou uma indisfarçável herança de Ramiro Barcelos, o lapidário de Antônio Chimango, o Dr. Hugo Ramirez seguiu, na técnica na plástica, das ideias, as pegadas do velho Amaro Juvenal.

    Vive em Hugo Ramirez, como homem, tudo aquilo que fala da alma do Rio Grande, como intelectual toda nossa história cheia de tanta poesia e da tanta beleza.

     Toda obra de Hugo Ramirez é uma lição e um poema.

-- -Em ‘'Cancioneiro das Noites do Sul' poesias, dedicado à sua esposa Amy, sente-se toda a magia, a música, a beleza, a poesia, a saudade das maravilhosas noites  do pago, com a avocação em ritmo sonoro dos cânticos em louvor dos Lanchões, São Sepé, Diabo Rengo, São João, São Pedro, São Miguel, Estrela, Boeira, Pastoreio, Santa Rosa, São Jorge, Boi Ta-Ta e Lobisomem.

   As rápidas pinceladas do Dr. Hugo Ramirez, fundador do CTG Galpão Campeiro, que diga-se de passagem, presidiu à academia Rio-Grandense de letras por mais de uma gestão.

CTG Galpão Campeiro - Todos os direitos reservados.

© 2013 - 2019 Felipe Menosso